Instituto da Visão de Ribeirão Preto

Parque tecnológico de ponta

Equipamentos de alta tecnologia auxiliam no tratamento das doenças oculares O Instituto da Visão conta com um parque tecnológico de ponta para auxiliar nas o tratamento das doenças oculares. Recentemente foram adquiridos três novos equipamentos de alta tecnologia, o crosslinkink, o verion e o laser para transplante de córnea. Há cerca de três anos, o Instituto já tinha inovado com a compra do primeiro aparelho para realização de cirurgia de catarata a laser de Ribeirão Preto e região.

O crosslinking é um equipamento de ponta usado no tratamento do ceratocone. É é um novo tratamento cirúrgico desenvolvido com a finalidade de aumentar a resistência da córnea para minimizar a progressão do ceratocone e com isso

retardar ou até mesmo evitar um futuro transplante de córnea.

Outra aquisição é o Sistema de Imagem Guiada Verium , projetado para adicionar uma maior precisão e eficiência no planejamento cirúrgico e na execução da cirurgia de catarata. 

A aquisição mais recente é o aparelho laser utilizado para transplante de córnea. Esta tecnologia oferece mais precisão ao transplante, pois permite um encaixe mais preciso da córnea doada com a do receptor, diminuindo o risco de rejeição e garantindo uma recuperação mais rápida.

O novo laser também é utilizado para colocação de anel corneano que proporciona mais segurança na colocação destes dispositivos para correção das irregularidades da córnea de portadores de ceratocone. Para o cirurgião e diretor do Instituto da Visão, Roberto Pinto Coelho, "ampliação do parque tecnológico aumenta e qualifica o atendimento oferecido, com modernidade e qualidade". Com as novas aquisições, Instituto da Visão reafirma a sua posição de referência em tratamento de doenças oculares em Ribeirão Preto e região.





Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados à Instituto da Visão de Ribeirão Preto. Desenvolvido por: TECLABS


Notice: Undefined index: usuarioinst110to in http://cdn.teclabs.com.br/plataforma/includes/footer.teclabs on line 13